Saul Williams

Ontem à noite, um furacão humano passou pelo Music Box. Felizmente, ao invés do que aconteceu com o Katrina, os relatos dos sobreviventes (entre os quais me incluo) são de júbilo. Um homem, um microfone, dezenas de pessoas a ouvir – não foi preciso mais nada. Às tantas, Williams, que já tinha falado dos gregos e de Homero e da tradição oral, resumiu: «No tempo dos iPhones e dos iPads, e da Internet e do Facebook, é bom estarmos aqui, cara a cara, a fazer uma coisa tão antiga



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges