Um conto inédito de Bruce Holland Rogers

bhr.bmp

Bruce Holland Rogers, o escritor com quem era suposto encontrar-me em Julho, é um mestre da ficção curta. Além de um site dedicado à flash fiction, ele criou um sistema de assinaturas através do qual, por uma módica quantia (dez dólares anuais), os seus leitores recebem 36 histórias, ao ritmo de três por mês. É precisamente uma dessas histórias, enviada por e-mail há poucas semanas e nunca antes publicada em livro (ou noutro formato), que o Bibliotecário de Babel se orgulha de publicar já a seguir, primeiro na versão original e depois traduzida para português por Luís Rodrigues, nem mais nem menos do que o tradutor de Pequenos Mistérios (Livros de Areia), a primeira obra de Rogers editada no nosso país.
Enjoy.

[A ambos, Bruce Holland Rogers e Luís Rodrigues, o meu agradecimento.]



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges