Um francês à procura de Salinger

Frédéric Beigbeder, escritor, cronista e figura mediática (aparece muito na TV), viajou em 2007 para os EUA à procura de J. D. Salinger, o mais invisível e inalcançável dos escritores americanos. Registada por Jean-Marie Périer, a aventura deu um documentário. Eis o trailer:

Apesar da pose ostensivamente cool de Beigbeder, uma espécie de versão light de Bernard-Henry Lévy, o filme deve ter alguma piada. Pode ser que o DocLisboa o seleccione para a sua próxima edição.



Comentários

5 Responses to “Um francês à procura de Salinger”

  1. Tiago Nené on Abril 9th, 2008 21:56

    obrigado pela sugestao, Zé Mario;)

  2. JB on Abril 11th, 2008 18:44

    Conta o fim: é ou não o Pynchon?; continua ou não a escrever?

  3. JPP on Abril 11th, 2008 18:47

    Tem graça. Eu pensava que o mais invisível e inalcançável dos escritores americanos era o Thomas Pynchon. E, curiosamente, até estava longe de ser o único a pensar assim.

  4. fallorca on Abril 12th, 2008 12:27

    JPP, e com essa ainda mais próximos ficámos 😉

  5. José Mário Silva on Abril 12th, 2008 17:09

    JPP,

    O Pynchon e o Salinger estão bem um para o outro. Não creio que disputem o título de campeão da invisibilidade pública. O mais certo é juntarem-se à tardinha para uma partida de poker, com muito whisky. Ou para um combate de boxe comme il faut.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges