Um milhão de livros grátis

Através da sua livraria virtual (Wook), a Porto Editora está a desenvolver uma gigantesca operação de marketing que promete oferecer – literalmente oferecer – um milhão de livros, durante os chamados «momentos wook» (para saber como é que a coisa funciona, ver aqui). A acção começou ontem e termina amanhã, mas já despertou polémicas e irritações, até porque a afluência foi tanta que o site esteve quase sempre em baixo, ou demasiado lento. Em resposta ao comentário de um leitor anónimo do Blogtailors, sobre uma alegada violação da lei do preço fixo, a Porto Editora emitiu este comunicado. Já esta tarde, a PE fez um primeiro balanço da iniciativa:

«A Campanha de incentivo à leitura promovida pela livraria online WOOK regista centenas de milhares de participações. Amanhã acontece o derradeiro “MOMENTO WOOK”. A hora, claro, é um segredo bem guardado.
A participação na campanha “MOMENTOS WOOK” está a superar de longe as expectativas mais optimistas dos responsáveis pela livraria online do Grupo Porto Editora.
Desde que a WOOK anunciou, na tarde da passada segunda-feira, 24 de Novembro, o arranque da campanha, centenas de milhares de clientes têm-se mantido online na expectativa de conseguirem encomendar um dos muitos livros – um milhão, para ser exacto – que ficam gratuitos nos designados “MOMENTOS WOOK”.
Rui Aragão, director da WOOK, afirma-se surpreendido com o impacto da campanha, detalhando que “em várias alturas destes dias, a WOOK tem tido um tráfego incrível, chegando a registar 500 consultas por segundo, levando a que muitos clientes encontrem algumas dificuldades de acesso e navegação”. Este responsável acrescenta que, ainda assim, os dois “MOMENTOS WOOK” já realizados (um ontem, outro hoje) foram bem sucedidos. Para amanhã está planeada a última oportunidade para mais 1000 clientes conseguirem grátis o livro que tanto desejam.
De relembrar que, para participar nesta campanha, basta fazer o registo na livraria online e estar atento à colocação de um banner a informar o início do “MOMENTO WOOK”. Os primeiros 1000 clientes que tiverem encontrarem um dos seus livros preferidos grátis só têm de, rapidamente, confirmar a encomenda.
Os “MOMENTOS WOOK” resultam numa campanha inédita no nosso país ao disponibilizar, ao mesmo tempo e gratuitamente, o maior número de títulos jamais reunido, incluindo bestsellers como os novos romances de José Saramago, José Rodrigues dos Santos e João Aguiar.
A campanha termina amanhã, quinta-feira, 27 de Novembro.»

Desde o primeiro momento, a minha dúvida é esta, expressa aliás por outro leitor dos Blogtailors:

«Só não percebo como é que, se houve dois momentos por dia, e só 1000 clientes por momento, e cada cliente só pode comprar um livro oferecido segundo o regulamento, e só há 3 dias com momentos, como é que se chega a um milhão de livros oferecidos?»



Comentários

14 Responses to “Um milhão de livros grátis”

  1. Sobral on Novembro 27th, 2008 12:08

    caros

    1 milhão de livros disponíveis a preço 0 (zero), o cliente escolhe 1 do portfólio, no final 1000 clientes fizeram essa escolha do mesmo portfólio. Não se oferece 1 milhão de livros!

    Boas e melhores leituras.

    S.

  2. mar aravel on Novembro 27th, 2008 16:13

    1 milhão ???????

  3. mar aravel on Novembro 27th, 2008 16:18

    será mesmo ????

  4. cc on Novembro 27th, 2008 16:21

    Se queres saber o segredo por detrás dos livros de thomas pynchon Lê o segundo comentario no post sobre o mesmo em

    http://pastoralportuguesa.blogspot.com/

    é o post mais recente sobre a nova obra dele.
    Que comece aqui uma cadeia de revelação.

    abraço.

  5. R. on Novembro 27th, 2008 17:32

    O próximo, e último, momento wook é agora, às cinco e meia. É possivel entrar no site? Não. Eles não dão nem um milhão, nem três mil, nem meia dúzia de livros. Apenas publicidade. Será que resulta? Para mim não. Começo a desenvolver um ódio imenso por esta livraria virtual. Seria bem melhor gastar os 20 euros numa ida a uma livraria, no prazer de cheirar os livros, escolher à vontade, folhendo, ao invés de perder esse tempos em refreshes inúteis do site. Digo eu.

  6. sobral on Novembro 27th, 2008 19:54

    R.
    ódio a uma livraria!!!…. Obrigaddo pelo bom momento de riso. Se não concordas com as formas que usam para promover.. não caias, não vás lá. Porque sabes digam mal ou bem o que interessa é que se fala. Polémica ajuda: vide Harry Potter,Código da Vinci…

  7. Thyssen on Novembro 27th, 2008 20:50

    todos os meus amigos foram enganados com esta “oferta”, pois o site esteve sempre em baixo e quando nao estava ia-se abaixo no momento de finzaliziar a compra.

    não há duvidas que se tratou de promover a site Wook, que é um endereço novo (ha bem pouco tempo era webboom) duma maneira enganosa e fraudulenta.

    gostava que a Autoridade para a Concorrência e a Deco investigassem isto.

    Porque qq dia faço eu uma livraria, prometo que ofereço Um milhao de livros grátis (um milhao!!!!!!), nao cumpro… e nao me acontece nada… e entretanto promovi a minha loja à conta de uma grande mentira…

    Eu na WOOK já nao compro nada e vou dizer a toda a gente para nao comprar.
    Mal por mal preferirei a fnac.

  8. Morse on Novembro 28th, 2008 5:54

    Portugal é um país de bandidos endinheirado, já viram?

    BCP
    BNP
    Vale e Azevedo
    Casa Pia
    Porto Editora com esta Fraude dos “Momentos Wook” (com a cumplicidade da RFM)

    só falta agora outro banco qualquer dizer que oferece um milhao de euros a quem abrir lá conta…e pela net e com o site em baixo (bruxo!)

    por este andar, e pelo sentimento de impunidade, já faltou mais.

  9. R. Costa on Novembro 28th, 2008 10:22

    Tive a possibilidade, de nos últimos 2 dias, fazer a experiência de ter a rádio parceira ligada em permanência, e de aceder ao site várias vezes ao dia. Constatei a impossibilidade de acesso, total e constante. Então nos “momentos wook” nem cheirar o conteúdo, quanto mais navegar. Portanto não atirem areia para os olhos dos vossos “quase” clientes, ao referirem problemas no acesso ao site. Porque com problemas posso eu bem, questões insolúveis é que ainda não aprendi a fórmula de as resolver.
    Não pertenço a nenhum grupo livreiro. Sou apenas alguém com aquela estranha característica de não gostar de ser enganado.

  10. Joana on Novembro 28th, 2008 11:53

    Contando comigo, conheço pelo menos 14 pessoas que tentaram e não conseguiram concretizar a encomenda de qualquer um dos livros com 100% de desconto. Num momento ainda cheguei ao último passo da encomenda, mas aí o site anunciou erro. Parece-me de facto, que até provas em contrário, não passou de uma manobra publicitária, senão ilegal, pelo menos de moral duvidosa.

  11. V. on Novembro 28th, 2008 22:31

    Well, well, well. Meus senhores, eu consegui. Estava a ouvir Leonard Cohen quando o consegui; experimentem assim.

  12. Bibliotecário de Babel – Esclarecimento on Dezembro 2nd, 2008 7:09

    [...] resposta à dúvida que materializámos aqui, Paulo Gonçalves, director de comunicação da Porto Editora, escreveu-nos a lembrar que «em [...]

  13. Elisangela Aparecida paes on Maio 29th, 2009 12:49

    gostaria de receber livros gratis em casa

  14. edilene pereira de sousa on Setembro 23rd, 2009 23:48

    ola! gostaria de receber livros gratis,gostei muito da ideia!

Leia os últimos textos publicados
«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges