Uma história fabulosa

Certo ilustrador inventou uma narrativa sem palavras sobre um homem que recolhe lixo na praia e constrói uma máquina-instalação a partir dos detritos. O que ele não sabia é que o homem existe mesmo, em carne e osso. Há pouco mais de uma semana, esse homem entrou numa livraria, folheou por acaso o livro do ilustrador (mais uma pérola da editora Planeta Tangerina) e depois, bem, o que aconteceu depois podem descobrir aqui.


É uma história do outro mundo, não acham? Daquelas que nos deixam de queixo caído, olhos esbugalhados, cara à banda. Uma história quase boa demais para ser verdade (mas é mesmo verdade).



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges