A poesia das incertezas

Enrique Vila-Matas sobre A Tarde do Sr. Andesmas, de Marguerite Duras, hoje no suplemento Babelia.



Comentários

One Response to “A poesia das incertezas”

  1. fallorca on Julho 11th, 2010 13:07

    Muy rico 😉

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges