Histórias de Nova Iorque

No The Guardian, Edmund White escolhe os seus dez livros preferidos sobre Nova Iorque (com Kafka Was the Rage, de Anatole Broyard, à cabeça), enquanto na revista New York o crítico literário Sam Anderson defende que o maior romance alguma vez escrito sobre a cidade é A Idade da Inocência, de Edith Wharton.



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges