Santa Teresa e arredores

Imperdível, a série de reportagens mexicanas de Alexandra Lucas Coelho, que o Público está a publicar esta semana. A sequência iniciou-se domingo, na revista Pública, com um texto brutal, mergulho da jornalista na violência desmesurada de Ciudad Juarez (o molde para a Santa Teresa de Roberto Bolaño, em 2666). Ou muito me engano ou estes belíssimos textos reaparecerão em livro, um dia destes, com chancela da Tinta da China. E cá estarei para os reler.



Comentários

Comments are closed.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges