Maravilhas da paternidade

Depois de duas semanas a desenhar a letra ‘i’, a Alice passou para o ‘u': «É bom, pai. Agora já posso escrever “ui”.» Ou seja, a primeira palavra escrita na sala de aulas é uma preparação para o sofrimento. Será que a Troika também andou a influenciar os programas do ensino básico?



Comentários

One Response to “Maravilhas da paternidade”

  1. André Simões on Outubro 24th, 2011 23:16

    A minha sobrinha está no “ai”. Vai dar ao mesmo, afinal.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges