Maravilhas da paternidade

Além de médica e paleontóloga, a Alice diz que no futuro será bailarina ao domicílio: «As pessoas telefonam-me e eu vou a casa delas dançar. É simples.» Já o Pedro mantém a ideia de ser veterinário, «mas só para tratar animais abandonados na rua». Eu pergunto: e quem é que te paga esse trabalho? «A Câmara Municipal, claro! Ou então as pessoas que no fim vão adoptar os animais, quando já estiverem bons.»



Comentários

3 Responses to “Maravilhas da paternidade”

  1. hmbf on Maio 3rd, 2014 10:24

    O empreendedorismo do Pedro tem pernas para andar. A ideia da Alice é óptima, mas algo perigosa. Seja como for, já ganharam ambos um cliente.

  2. José Mário Silva on Maio 6th, 2014 16:19

    Vou dizer-lhes isso. :)

  3. Mónica on Maio 24th, 2014 9:40

    eu tenho uma que há uns anos queria ser médica palhaça (um conceito que evoca possibilidades incríveis). e antes disso dona de uma loja de gomas, para as comer sem pagar, claro.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges