Um eclipse longo demais

O da Cavalo de Ferro. Houve a aventura falhada com a Fundação Agostinho Fernandes e outros imbróglios legais a exigirem uma paragem, mas a verdade é que tenho saudades de ver, nos escaparates, os livros escolhidos com esmero, paixão e risco pela dupla Diogo Madredeus/Hugo Xavier. Como o anunciado, publicitado (e cancelado?) A Volta ao Dia em Oitenta Mundos, de Julio Cortázar.



Comentários

6 Responses to “Um eclipse longo demais”

  1. Luís Fonseca on Julho 30th, 2009 10:57

    Sinto o mesmo. Também gosto muito da Cavalo de Ferro.

  2. Vasco Friedman on Julho 30th, 2009 11:42

    Subscrevo. Para quando o regresso?

  3. curiosa on Julho 30th, 2009 12:26

    O que fizeram eles aos 25.000 Euros de capital social de arranque era o que eu gostava de saber…

  4. Rui Viegas on Julho 30th, 2009 14:44

    Se bem me lembro, a edição do A Volta ao Dia em Oitenta Mundos chegou a estar prevista para Abril. E a tradução do Papeles Inesperados, também terá sido cancelada?

  5. Afonso on Julho 30th, 2009 15:18

    A edição do Cortázar estava prevista para dia 25 de Maio. Lembro-me bem. Quanto a outras edições do autor, apenas sei que a CF projectou a publicação da obra completa.

    É a p*** da crise. Ou então não. Ou secalhar é mesmo. Não sei.

  6. Rui Viegas on Julho 30th, 2009 15:59

    Falou-se da edição em Abril. Está aqui: http://bibliotecariodebabel.com/geral/boa-nova/
    Depois foi sendo sucessivamente adiada…

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges