Claude Chabrol (1930-2010)

Morreu Claude Chabrol, um dos mais prolíficos cineastas franceses, capaz do melhor e do pior quando se sentava atrás das câmaras. Dele recordo sobretudo o bisturi com que devassava as entranhas (quase sempre sombrias e sórdidas) da pequena burguesia provinciana.
Nos últimos tempos, adaptou para formato televisivo diversos contos de Maupassant, mas a paixão pela Literatura esteve sempre presente na sua vida e nos seus filmes. Em 1991, foi o autor do argumento e realizador de Madame Bovary, um filme bastante fiel ao romance original de Flaubert, com Isabelle Huppert no papel de Emma. Eis o trailer:



Comentários

One Response to “Claude Chabrol (1930-2010)”

  1. José Catarino on Setembro 13th, 2010 17:48

    Só o Ç destoa.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges