Pina Bausch (1940-2009)

Morreu Pina Bausch. A grande coreógrafa, a inventora de gestos, a mulher que revolucionou a dança-teatro, tudo isso. Mas eu só me consigo recordar, agora, do seu corpo-ruína, percorrendo em cima do palco um labirinto de cadeiras, nesse Café Müller de há um ano, no São Luiz, em que foi fantasma ardendo na noite, com uma fragilidade sempre à beira do colapso.
Desceu hoje um silêncio insuportável sobre Wuppertal. E sobre o mundo.



Comentários

3 Responses to “Pina Bausch (1940-2009)”

  1. anita on Julho 1st, 2009 8:49

    Pina B. foi uma rigorosa coreógrafa das fragilidades e das obsessões. Nunca será esquecida.

  2. Margarida F. on Julho 1st, 2009 9:58

    E o poema?

  3. José Mário Silva on Julho 1st, 2009 10:16

    Está no post lincado.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges