Rancière pré-eleitoral

Agora que já se conhecem os resultados da primeira volta das eleições presidenciais francesas, vale a pena ler esta entrevista do filósofo Jacques Rancière (dada ao Nouvel Observateur, a meio da semana passada) sobre os limites da democracia representativa.

O museu imaginário de Jacques Rancière

Simplesmente magnífico.

Lançamento de ‘Estética e Política – A Partilha do Sensível’

O livro de Jacques Rancière, editado pela Dafne, será lançado esta tarde, a partir das 18h30, na Livraria Pó dos Livros. Miguel Cardoso, Manuel Deniz e Vanessa Brito (tradutora deste volume e especialista na obra de Rancière) conversarão sobre alguns dos tópicos abordados pelo filósofo francês.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges