Ao cuidado dos leitores do Grande Porto

Amanhã, dia 10, entre as 17h00 e as 18h20, estarei no espaço LeYa da Feira do Livro do Porto para uma sessão de autógrafos (Luz Indecisa).
Apareçam.

Foi difícil mas conseguiu-se

A Poesia Incompleta já tem Luz Indecisa. E não se esqueçam: porquê comprar livros de poemas noutros lados, quando se pode comprar ao Changuito?

Pormenores com piada

Na livraria Almedina (Saldanha), o meu Luz Indecisa está exposto ao lado de um volume da colecção Biblioteca de Babel, editada pela Presença. Ou muito me engano, ou há aqui mãozinha de um certo livreiro.

‘Luz Indecisa’ na rádio

Vai ser quase em simultâneo: no programa Indiegente, à conversa com Nuno Calado e José Luís Peixoto (Antena 3), e na 66.ª Estação de Inverno, de João Blake (Rádio Zero). Daqui a nada, a partir das 23h00.

Vinte linhas

Em apenas 20 linhas, José do Carmo Francisco resume e comenta Luz Indecisa. Eu agradeço-lhe a leitura atenta e a concisão.

605

Há neste momento mais de 600 pessoas que me seguem no Twitter (confirmar aqui). Nem de propósito, a tiragem de Luz Indecisa é de 600 exemplares.
Corolário lógico: um livro a cada um e a edição esgota. De que é que estão à espera?

É já amanhã

Livraria Pó dos Livros, 19h00. Jorge Silva Melo apresenta o livro (em jeito de conversa). Miguel-Manso lê alguns poemas.
Estão todos convidados.

Lançamento de ‘Luz Indecisa’

Já há data: 29 de Abril, 19h00, na livraria Pó dos Livros. Apresentação de Jorge Silva Melo (ou melhor: uma conversa a propósito do livro, no registo de quem interpela o autor à mesa do café). Haverá ainda leitura de poemas por Miguel-Manso.
Se puderem, caros leitores, apareçam. Como é evidente, estão todos convidados.

Hoje nas livrarias

A memória,
luz indecisa,
ignora ainda
o que deve
iluminar.

PS – Quero agradecer as pré-publicações de Luz Indecisa feitas pela Inês Ramos (aqui), pela PNET Literatura (aqui) e pela Isabel Nogueira, da livraria Pó dos Livros (aqui).

Uma pré-publicação no Facebook e no Twitter

Uma das vantagens de escrever poemas curtos (ou curtíssimos) é eles caberem nas minúsculas caixas de texto do Twitter e do Facebook. Resultado: na última meia hora, pré-publiquei um total de seis poemas do Luz Indecisa (nas livrarias dia 6, segunda-feira), três em cada uma das plataformas. Os poeminhas no Twitter podem ser lidos aqui.

Já há data para a chegada de ‘luz indecisa’ às livrarias

2 de Abril.

A próxima capa

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges