Natália e Rui, por Pedro Vieira

natalia

rui_cardoso_martins

Desenhos retirados daqui.

Grande Prémio de Romance e Novela da APE para Rui Cardoso Martins

O escritor e jornalista Rui Cardoso Martins acaba de ganhar o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores (APE), no valor de 15 mil euros, atribuído ao romance Deixem Passar o Homem Invisível (Dom Quixote). Composto por José Correia Tavares, Eugénio Lisboa, Luís Mourão, Luísa Mellid-Franco, Pedro Mexia e Serafina Martins, o júri decidiu por maioria, depois de analisar as 85 obras concorrentes. O único voto vencido, do presidente do júri (Eugénio Lisboa), foi para o romance O Chão de Pardais, de Dulce Maria Cardoso (ASA).
Parabéns, Rui.

Rui Cardoso Martins editado em Espanha

O romance E Se Eu Gostasse Muito de Morrer, de Rui Cardoso Martins, acaba de ser editado, em Espanha, pela Bruguera. Título castelhano: Y Si Me Gustara Morir.
Entretanto, a Dom Quixote anuncia que Deixem Passar O Homem Invisível, o segundo romance do jornalista do Público, será lançado em Abril de 2009.

«Tenho a suspeita de que a espécie humana - a única - está prestes a extinguir-se e que a Biblioteca perdurará: iluminada, solitária, infinita, perfeitamente imóvel, armada de volumes preciosos, inútil, incorruptível, secreta» Jorge Luis Borges